terça-feira, 12 de dezembro de 2017

BRONTE SOCKS - test knit

Nos últimos tempos tenho feito uma série de testes de receitas para 2 ou 3 designers. Em quase todos tenho aprendido coisas novas e assim vou aumentando o meu arsenal de técnicas e soluções.
Neste caso, foi a minha estreia a fazer meias da biqueira para cima e a usar a montagem Judy’s Magic Cast-On e as German Short Rows (uma versão de carreiras curtas). Também fiz pela primeira vez o torcer 1 malha à esquerda/direita sem o uso de agulha auxiliar.

Segue uma tradução livre e condensada da descrição do modelo na receita original:
"As Bronte são um par de meias com um padrão em ziguezague gráfico. Elas são construídas da baixo para cima e têm uma biqueira redonda atraente. O calcanhar é feito usando as carreiras curtas alemãs, as minhas favoritas."


para mais tarde recordar...

material
agulhas DP 3.75mm
65 gr. BMG affinitas / Coral #233

receita
Podem encontrar a receita original no Ravelry (link aqui).

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Twisted Stitch Mitts


Que dizem destas luvinhas para oferecer como miminho?!

O modelo é o Twisted Stitch Mitts by Amy McElwain, da Classic Elite Yarns. Já estava na lista de possibilidades há algum tempo e desta vez foi o eleito.


para mais tarde recordar...

material
agulha DP 3.5 mm
25 gr. meadas mercado (×1)

receita
Podem encontrar a receita original gratuita no site da Classic Elite Yarns (link aqui). Atenção, a carreira 12 do padrão no gráfico tem um erro, em vez de ser LT é RT.

Iniciei com indicações para o tamanho XS, mas depois umas pitadas do S e assim sendo, segue a minha versão:

luva esquerda
Montar 42 malhas e unir para trabalhar em circular tendo o cuidado de não torcer malhas e seguir 12 nós em canelado 1/1 torcido (1 meia loop de trás, 1 liga). Na última carreira aumentar 1 malha no início = 43 malhas.

início da zona do polegar e início do padrão:
carr. set-up: M1p (inserir a agulha mão esquerda debaixo da fio entre a malha acabada de trabalhar e a próxima, de trás para a frente, trabalhar como liga = + 1 malha), 1 liga, M1p, colocar marcador polegar, 3 liga, colocar marcador para padrão, trabalhar 1ª carreira do padrão (15 malhas), colocar marcador para padrão, liga até final de carreira - 45 malhas total, 3 malhas entre inicio de carreira e marcador polegar.
próx. carr.: liga até primeiro marcador para padrão, trabalhar carreira seguinte do padrão, liga até final de carreira.
carr. de aumentos para polegar: M1p, liga até marcador polegar, M1p, PM (passa marcador), 3 liga até marcador para padrão, PM, trabalhar carreira seguinte do padrão (15 malhas), PM, liga até final de carreira - aumento de 2 malhas.

Continuar com carreira de aumentos a cada 3ª carreira mais 4 vezes e a cada 4ª carreira mais uma vez (aumentos na carreira 1, 3, 6, 9, 12, 15, 19) - 57 malhas total, 15 malhas entre início de carreira e marcador polegar.
Na próxima carreira colocar as malhas para o polegar num fio auxiliar, aumentar uma malha e continuar até carreira 10 do padrão. Na última carreira elimina-se 1 malha no início.

Seguir 3 nós em canelado 1/1 torcido e depois rematar em meia no loop de trás.

polegar
Transferir as malhas do fio auxiliar para 3 agulhas DP e montar 1 malha - 16 malhas. Seguir 3 nós em canelado 1/1 torcido e depois rematar em meia no loop de trás.

luva direita
Montar 42 malhas e unir para trabalhar em circular tendo o cuidado de não torcer malhas e seguir 12 nós em canelado 1/1 torcido (1 kbl, 1 p). Na última carreira aumentar 1 malha no fim =
43 malhas.

início da zona do polegar e início do padrão:
carr. set-up: 3 liga, colocar marcador para padrão, trabalhar 1ª carreira do padrão (15 malhas), colocar marcador para padrão, 3 liga, colocar marcador polegar, M1p, 1 liga, M1p, colocar marcador polegar, liga até final de carreira - 45 malhas total, 3 malhas entre inicio de carreira e marcador polegar.
próx. carr.: liga até primeiro marcador para padrão, PM, trabalhar carreira seguinte do padrão, PM, liga até final de carreira.
carr. de aumentos para polegar: liga até marcador para padrão, PM, trabalhar carreira seguinte do padrão, PM, liga até marcador polegar, PM, M1p, liga até marcador polegar, M1p, PM, 3 liga até final de carreira - aumento de 2 malhas.

Continuar com carreira de aumentos a cada 3ª carreira mais 4 vezes e a cada 4ª carreira mais uma vez (aumentos na carreira 1, 3, 6, 9, 12, 15, 19) - 57 malhas total, 15 malhas entre início de carreira e marcador polegar.
Na próxima carreira colocar as malhas para o polegar num fio auxiliar, aumentar uma malha e continuar até carreira 10 do padrão. Na última carreira elimina-se 1 malha no fim.

Seguir 3 nós em canelado 1/1 torcido e depois rematar em meia no loop de trás.

polegar
Transferir as malhas do fio auxiliar para 3 agulhas DP e montar 1 malha - 16 malhas. Seguir 3 nós em canelado 1/1 torcido e depois rematar em meia no loop de trás.

sábado, 25 de novembro de 2017

Snowfall Hat


Este é o Snowfall Hat (de Francoise Danoy), resultado do desafio GIVER Challenge KAL promovido pela ArohaKnits.

Será um mimo para dar a quem?

para mais tarde recordar...

material
agulhas DP 3.5 e 4 mm
40 gr. Coral/BMG Affinitas #254 pérola
53 missangas

receita
Podem encontrar a receita original no Raverlry aqui.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Battersea


Quando me pediram que fizesse uma camisola ao meu gosto, de manga comprida que não fosse muito chegada ao pescoço lembrei-me deste modelo de Valérie Miller, Battersea. Estava na minha lista de espera há um par de anos, porque quando vi a versão de manga curta gostei muito da combinação de pontos e do pormenor do redondo nas costas.

para mais tarde recordar...

material
agulhas 4 e 5 mm
325 gr fio meadas mercado (×2)

receita
Podem encontrar a receita original gratuita no blogue KNITBUG (link aqui).

As minhas alterações:

encaixe
Comecei com 144 malhas, aumentei 4 malhas logo a seguir ao canelado que passei passei a fazer em meia como prumo do raglã. Fiz 5 nós em canelado torcido 1/1.
Aumentei logo 4 malhas à saída do canelado que serviram como prumo para o canelado (preferência minha), que alinhei com malhas meia do canelado.
Segui as indicações para aumentos a cada 3ª carreira no início (como receita original) e mantive a mesma escala, mesmo quando manda seguir a direito até cava. Na transição para ponto areia aumentei mais 4 malhas (1 por parte) para manter as margens simétricas.
Cheguei à carreira 56 com 84 + 66+ 84 + 66= 300malhas.

corpo
Montei 6, trabalhei 84 malhas, coloquei 66 em espera, montei 12, trabalhei 84, coloquei 66 em espera, montei 6 (coloquei marcador a assinalar início de carreira). Fiquei com 6+84+12+84+6= 192 malhas.
Segui com o padrão e depois em meia mais 31 nós. Coloquei marcador a separar as malhas da frente das costas.
Para criar o redondo nas costas trabalhei em idas e voltas em carreiras curtas:
- meia até 3 antes do fim, wt (wrap and turn), liga até 3 do fim, wt
- meia até 4 antes da malha do wt anterior, wt, liga até 4 antes da malha do wt anterior, wt
- meia até 5 antes da malha do wt anterior, wt, liga até 5 antes da malha do wt anterior, wt
- meia até 6 antes da malha do wt anterior, wt, liga até 6 antes da malha do wt anterior, wt
- meia até 7 antes da malha do wt anterior, wt, liga até 7 antes da malha do wt anterior, wt
Terminei a carreira em meia.
Fiz 5 nós em canelado torcido 1/1. Rematei em meia no loop de trás.

mangas
Montei 6, trabalhei 66, montei 6 (coloquei marcador a assinalar início de carreira). Fiquei com 78 malhas. Na primeira carreira eliminei 4 malhas, 2 de cada lado da montagem. Fiquei com 74 malhas.
Segui a direito até antes do padrão das setas e diminui 2 = 72 malhas (múltiplo de 4).
Segui a direito até inicio de meia, depois segui com mates com 7 carreiras de intervalo até 50 malhas.
Fiz 7 nós em canelado torcido 1/1. Rematei em meia no loop de trás.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

PYTHAGORAS HAT - test knit

Mais um test knit, desta vez para a alfaknits - PYTHAGORAS HAT.
Que tal?


para mais tarde recordar...

material
27 gr. BMG Affinitas/Miltons #164 azul
20 gr. BMG Affinitas/Miltons #113 azul escuro
agulhas circulares 4.5 e 5.5 mm

receita
Podem obter a receita original no Ravelry (link aqui).

A receita contempla várias variantes. A minha versão é:
  • fio mais grosso
  • o padrão feito sempre a 2 cores (em vez de textura)
  • base mais justa
  • justo à cabeça (sem caimento)

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Elegante em lilás


E para a sobrinha (rufos de tambores), a edição 2017, mais lilás do que o que transparece na foto, um mimo para uma mimosa!

Incorpora o padrão #51 do livro "Knitted Patterns Book 260 棒針の模様編み集260" de Hitomi Shida.

para mais tarde recordar...

material
agulhas circulares 4 e 5 mm
340 gr. fio meadas mercado tipo Angorá/Brancal (×2)

receita

mangas
Com agulhas 4 mm, com montar 40 malhas, seguir 4 nós em mousse.
Trocar para agulhas 5 mm e seguir em liga com aumentos com 3 nós de intervalo, até 64 malhas. Seguir a direito mais 8 nós até cava. No nó seguinte matar 5 malhas de cada lado = 54 malhas/54 nós. Colocar num fio auxiliar.

corpo
Com agulhas circulares 5 mm, com montar 170 malhas, unir em circular e seguir 4 nós em mousse.
Colocar marcadores no início da carreira, a meio (85 malhas) e depois na frente colocar marcadores a delimitar o painel central de 61 malhas (12 malhas para cada lado).
Seguir a direito 87carreiras até à cava em liga com o painel central à frente conforme esquema. A seguir eliminar 4 malhas antes e depois do marcador do início de carreira e 4 malhas antes e depois do marcador do meio. Ficam 81+81 malhas.

encaixe
Juntar as mangas ao corpo e ficamos com:
54 (1ª manga) + 81 (costas) + 54 (2ª manga) + 81 (frente) = 270 malhas.
Seguir como antes em liga com o painel central, trocando para meia as 2 malhas (×4) antes e depois de cada união para servir de prumo ao raglã. A cava é feita com mates carreira sim, carreira não de cada lado dessa malhas de prumo até ficarem 12 + 39 + 12 + 39 = 102 malhas.
Trocar para agulhas 4 mm e seguir em mousse 4 nós (incluindo remate).

terça-feira, 24 de outubro de 2017

SHORTHAND SWEATER: test knit


Um dos meus últimos projectos concluídos foi um test knit para Sister Mountain: "SHORTHAND SWEATER".

Segue uma tradução livre da descrição do modelo na receita original:

"Shorthand é uma camisola com manga raglã e gola alta. Apresenta um ponto de textura por toda ela, divertido de trabalhar e fácil de memorizar. O corpo apresenta um bainha dividida, rematada barras de canelado desalinhadas. O mesmo remate é usado nas mangas.
A camisola é construída top-down em circular. O encaixe é dividido para o corpo e mangas, que são trabalhadas separadamente em circular. As bases em canelado são trabalhadas em plano e a gola é montada e trabalhada em circular."

Foi um trabalho rápido e interessante sem exigir muita atenção.

Podem encontrar o link para a página Ravelry da receita original aqui.

para mais tarde recordar...

material
agulhas 6.5 e 7 mm
525 gr. meadas mercado (×2)

receita
Os meus ajustes:
Optei por um look com menos folga.
Tive de acrescentar 15 carreiras ao corpo e fiz a manga do mesmo comprimento do corpo. As carreiras das mangas, acrescentei-as logo a seguir à cava e depois segui com diminuições com 3 nós de intervalo até ao punho.
Quanto à gola... não estou satisfeita, parece-me muito estreita, mas como o frio ainda não chegou, pode ser que até me saiba bem 😜. Se me decidir a modificar, as 2 hipóteses mais prováveis são ou diminuir a altura (desmanchar algumas carreiras) ou refazer a gola com mais malhas...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...